1 de novembro de 2016







Dizem que o tempo cura tudo mas as minhas saudades vossas nunca irão findar. Como é difícil pensar em vocês e nunca conseguir suster as lágrimas. Ninguém sabe que assim é , só vocês.
Queria que me puxasses para sentar no teu colo e me desses aqueles beijinhos barulhentos como sempre fazias , avó. Ainda hoje sei toda a tabuada graças a ti avô , sentava-me hoje na vossa sala e dizia-ta toda como sempre me pedias para fazer. A matemática sempre foi a minha disciplina preferida , acho que graças a ti.
Queria-vos aqui comigo. Precisava de vocês comigo.



As minhas estrelas favoritas no céu. Amor sem fim, Saudade sem fim.

18 de fevereiro de 2016

2015







Há vários meses que nada escrevia aqui... confesso que por vezes venho cá espreitar e relembrar o que eu fui e coisas (...e pessoas) pelas quais passei.
Desde o início de 2015 que a minha vida passou por várias mudanças e desafios constantes, desde mudança de corte de cabelo, a ficar desempregada e, de repente, arranjar dois empregos , até me apaixonar novamente.
Meu Deus como a vida dá voltas inesperadas e como (sobre)vivemos para pagar contas, é o resumo que faço.
Mas hoje deu-me vontade de agradecer, agradecer por todas as oportunidades, por todas as dificuldades e alegrias, pelo crescimento, por ter aprendido e estar, continuamente, a aprender a lidar com sentimentos passados e coisas perdidas, e por todo o amor.
Que a minha força nunca me falhe em 2016.

27 de janeiro de 2015

aqueles textos que descobrimos e nos quais nos revemos...

" Eu não venho dizer-te que tenho saudades dos nossos dias, dos nossos sorrisos quando éramos um só, muito menos das noites em que dormíamos chateados um com o outro, ou das noites em que dormíamos bem. Eu quero dizer-te que sinceramente eu não te vou esquecer e sei que tu não me vais esquecer também. Quero dizer-te, do fundo do meu coração, que o amor não morre como eu achava que morria, não desaparece nem acaba como achávamos e contávamos para qualquer pessoa que perguntasse por nós.

Eu sei que a nossa história acabou. E sei que a melhor coisa a ser feita foi desistir de nós, desistir de magoar, desistir de tentar organizar a desarrumação que provocamos em nós. Eu sei que foi preciso desistir de continuar a jogar porque o amor nunca foi um jogo e só aprendemos isso quando chegamos ao xeque-mate e ficamos sem razões para continuar. Eu sei que o nosso relacionamento – que a certo momento se tornou num campo de guerra – chegou ao fim e que de seguida ambos entrámos numa batalha com nós mesmos para tentar esquecer o que vivemos. Mas eu quero dizer-te, com toda a certeza do mundo, que o amor não se acaba. O amor eterniza-se. Superar é uma coisa, esquecer é outra mas apagar é um processo completamente impossível. A gente tenta abstrair-se, mas esquecimento nenhum será suficiente para negar a nossa história. O que foi vivido continua para ser relembrado e o amor transforma-se em grandes lembranças.

Hoje não venho com palavras de ódio, nem culpar-te por nenhum episódio, ou tão-pouco colocar-me em cima de um pódio. Sim, houve um tempo em que o fiz. Tempo em que desejei cascas de banana no teu caminho, um bicho gordo na tua maçã, 28 portagens na tua estrada. Mas esse tempo já acabou.(...)

Vim com bandeira branca, apenas com um sorriso no rosto, a divertir-me com algumas lembranças que vêm à memória. (...)

Quero desejar-te felicidade para o futuro (...). Quero deixar-te um beijo porque me lembro do teu jeito de ser e sei que o receberás sem rancor. Quero deixar-te um abraço e dizer também que nada foi um fracasso.

Não vim propor-te uma bela amizade, nem um gelado ao final da tarde. Vim para te desejar alguma sorte. Porque querer-te bem é o melhor que eu faço e porque, definitivamente, já chega deste cansaço.

Vim dizer-te para ficares em paz, para respeitarmos o que deixamos para trás e para propor, finalmente, que a gente não se queira mal, apenas não se queira mais."

10 de novembro de 2014


" No final, sempre dou risada. E não perco essa minha estranha mania de ter fé na vida. "

25 de outubro de 2014

hoje, meu querido blog, queria encher-te de palavras.. só Deus sabe o quanto! seriam as palavras sobre o que me aflige a alma , tudo o que me rouba horas de sono e se figura como uma entrave que permanece na minha vida desde há tanto tempo .. mas a verdade é que não consigo dizê-lo a ninguém , muito menos construir um texto que o reflicta inteiramente . cresci a guardar as coisas para mim , as vivências e sentimentos mais profundos e inquietantes, e , infelizmente , não parece que consiga reverter tal facto .. podemos nós próprios ser os nossos piores inimigos? às vezes acho que o sou .
21 anos , quase 22 , e queria uma vida mais leve , só isso , mas não , mais uma vez parece que cairá sobre a mim a responsabilidade de aguentar tudo e todos sem poder sequer negar .. e a mim quem me serve de amparo? boa questão..


e agora , após uma longa semana de trabalho , vou sair com os meus amigos , fingindo ser a rita forte de sempre sem nada a perturbar-me.

11 de agosto de 2014

A nossa vida é composta por ciclos sucessivos . Na minha um foi concluído e outro se avizinha . Qual o tamanho da minha força , determinação e coragem? Aposto que descobrirei nos próximos meses . Tempo de escolher caminhos , travar batalhas , definir objetivos e alcança-los . Uma insegurança destabilizadora e , simultaneamente , uma vontade tremenda de ter o que quero . Futuro , sê bom para mim .



avós , espero que estejam orgulhosos aí em cima , estes 4 anos foram por vocês também .

21 de maio de 2014









desejo pouco do mundo , mas vivo insatisfeita . sou ciente da efemeridade de tudo na vida , mas vivo a criar expectativas . sei que as expectativas que crio transformam-se , na sua maioria , em desejos inconcebíveis e que me dilaceram , mas nunca as evito . tudo me anima, tudo me magoa . sou um furacão , sou frágil como uma flor . quero atenção , quero sossego . quero amor , quero estar sozinha . quero esquecer , quero manter todas as minhas cicatrizes . sinto-me fraca , sei que sou forte desde criança . sou menina , sou mulher . quero que o momento "tudo vai ficar bem" chegue , quero ser mais e melhor . quero ser feliz , quero fazer feliz . quero ser simples , quero um futuro bom . 

16 de março de 2014

"Comecei a amar-te no dia em que te abandonei.

Foram as palavras dele quando, dez anos depois, a encontrou por mero acaso no café. Ela sorriu, disse-lhe “olá, amo-te” mas os lábios só disseram “olá, está tudo bem?”. Ficaram horas a conversar, até que ele, nestas coisas era sempre ele a perder a vergonha por mais vergonha que tivesse naquilo que tinha feito (como é que fui deixar-te? como fui tão imbecil ao ponto de não perceber que estava em ti tudo o que queria?), lhe disse com toda a naturalidade do mundo que queria levá-la para a cama. Ela primeiro pensou em esbofeteá-lo e depois amá-lo a tarde toda e a noite toda, de seguida pensou em fugir dali e depois amá-lo a tarde toda e a noite toda, e finalmente resolveu não dizer nada e, lentamente, a esconder as lágrimas por dentro dos olhos, abandonou-o da mesma maneira que ele a abandonara uma década antes. Não era uma vingança nem sequer um castigo – apenas percebeu que estava tão perdida dentro do que sentia que tinha de ir para longe dali para ir para dentro de si. Pensou que provavelmente foi isso o que lhe aconteceu naquele dia longínquo em que a deixara, sozinha e esparramada de dor, no chão, para nunca mais voltar.

De tudo o que amo és tu o que mais me apaixona.

Foram as palavras dela, poucos minutos depois, quando ele, teimoso, a seguiu até ao fundo da rua em hora de ponta. Estavam frente a frente, toda a gente a passar sem perceber que ali se decidia o futuro do mundo. Ele disse: “casei-me com outra para te poder amar em paz”. Ela disse: “casei-me com outro para que houvesse um ruído que te calasse em mim”. Na verdade nem um nem outro disseram nada disso porque nem um nem outro eram poetas. Mas o que as palavras de um (“amo-te como um louco”) e as palavras de outro (“amo-te como uma louca”) disseram foi isso mesmo. A rua parou, então, diante do abraço deles."

6 de outubro de 2013


hoje a ver as fotos do meu gatinho para matar saudades (se bem que no fim só aumentaram) ... e, de repente, esta foto .. uma foto e mil recordações . agosto 2011 .

3 de agosto de 2013

costuma dizer-se que "não há amor como o primeiro" e talvez seja isso o que tu és , o primeiro amor , aquele que provavelmente se instalou de forma mais resistente no meu coração .. coração que admito não ter uma estrutura muito forte , aliás nada forte , semelhante a uma casa de palha que qualquer ínfimo vento pode destruir . e é isso que tu fazes às vezes , derrubas a casa , de um segundo para o outro . há quem a tente construir de novo , querendo ficar do meu lado , mas continuas a ser tu o que eu quero , o que eu desejo . gostava de ter o que outrora tivemos , gostava que percebesses que sou eu que afinal sempre estou aqui , que provavelmente nenhuma se vai preocupar tanto como eu me preocupo , nenhuma vai gostar dos teus abraços apertados como eu , de te ver adormecer , de mexer no teu cabelo , sentir as tuas mãos quentes , rir das tuas piadas , sentir o teu perfume , fazer te cócegas até começares a rir por não conseguir conter mais , ver te sorrir , ver te olhar para mim e por mim , nenhuma vai querer tanto um futuro contigo como eu quero . gostava de não ser apenas mais uma mas a que faz a diferença na tua vida , a que tu amas , cuidas , respeitas e valorizas , talvez um dia não seja apenas um desejo .

20 de janeiro de 2013


4 de janeiro de 2013

não importa o rumo que sigamos , onde eu esteja , onde tu estejas , não importa , estás comigo todos os dias , todos ! obrigada por seres uma das minhas lembranças bonitas , talvez a maior de todas , e desculpa-me ! tu sabes bem q eu sempre tentei , sempre te perdoei , lutei , acreditei em nós , pq acima de tudo estavas tu e o meu amor por ti , mas é tempo de cresceres , e esta é a única forma ...

24 de outubro de 2012


memories never die

25 de agosto de 2012

você é assim, eu sou assim

‎" nossa instabilidade me assusta. nossos pontos finais e reticências me assustam. tuas indiferenças, tuas idas, até tuas vírgulas me assustam. tenho medo disso tudo porque sei que não posso com isso. não posso controlar, não posso fazer ficar, não posso mandar, não posso apagar tuas reticências. quando você coloca uma vírgula, eu coloco um ponto final. quando eu quero continuar, você só sabe ir. você é assim, eu sou assim. não é fácil conviver numa corda bamba. não é fácil viver numa linha torta. eu ajeito, você bagunça. Você é problema, eu sou solução. sou a unica solução que não sabe resolver o problema. é isso, não sei te resolver. não sei fazer ser estável. não sei montar a sua estabilidade. você é confuso, teus pontos finais são acompanhados por vírgulas. você me confunde, eu te complico. não é, não dá e não foi pra ser alguma coisa. mas eu tento, sei lá, tento te mostrar que essa instabilidade me assusta. que toda essa confusão me assusta. e o pior, é saber que a gente não tem jeito. mas não dá pra desistir. o pior é aceitar que ficar com você, é aceitar perder você. porque separados não dá certo e juntos é instável. nada se encaixa aqui. tudo assusta e nada é pra ser. mas você não sabe deixar de lado e eu não sei desistir. "

and it's killing me

11 de agosto de 2012







é não vou negar que por vezes bate uma saudade , de certo modo angustiante e entristecedora , mas isso não altera nada e aqui estou eu , de sorriso nos lábios e a tentar seguir em frente , aprendi alguma coisa contigo .

1 de maio de 2012

és uma peste do pior e irritas-me como ninguém , mas não há melhor companhia que tu .

12 de abril de 2012

how good it feels wake up every morning knowing you're mine and i'm yours .

6 de abril de 2012

eu estou aqui , tu estás aí , algum de nós está no sítio errado . miss you !

2 de abril de 2012

mais vale tentar e fracassar, do que desistir sem mesmo tentar , mas confesso que há umas semana atrás não via qualquer futuro para nós os dois , depois de tudo , de tantas tentativas em vão . mas todos estes dias , cada um deles , tenho me sentido feliz só porque te tenho comigo .
não há nada melhor que os teus beijinhos no nariz e na testa e os teus abraços super apertados , não há nada melhor que adormecer ao teu lado e acordar com as tuas mensagens de bom dia e um amo-te , não há nada melhor que ter as tuas mãos entrelaçadas nas minhas ,  me rir das "parvoíces" que dizes , ouvir as coisas do teu dia-a-dia e saber sempre como tu estás , não há nada melhor que vires me encher de mimos depois de gozares comigo e me irritares porque gostas de me ver amuada , que adormecer com imensas recordações nossas a passarem me pela cabeça , não há nada melhor que ver o teu sorriso , que acariciar te enquanto estas prestes a adormecer , não há nada melhor que todos os dias te esforçares por nao me desiludir e nao me teres dado razões para me arrepender , não há nada melhor que te ver a fazer planos para nós e saber que me queres na tua vida , não há nada melhor do que tu . quero te todos os dias assim , o meu miguel , para sempre , amo-te como ninguém .

23 de março de 2012


m - e - m - o - r - i - e - s

19 de março de 2012

nunca gostei deste dia e , diga-se de passagem , o único culpado és mesmo tu . pergunto me onde estarás , se estas bem e feliz , se construíste uma família e hoje também receberás aqueles presentes todos fofos que as crianças sempre preparam para darem ao pai , todas felizes , como vejo os meus irmãos fazerem . gostava de saber se por algum momento irei passar pelos teus pensamentos hoje e se tu próprio te questionarás sobre mim , mas parece me impossível .
se hoje te pudesse dizer alguma coisa , dizer-te-ia que escolheste uma grande mulher para me carregar durante 9 meses , que sempre se esforçou para me dar o melhor que podia e que apesar de muitas e muitas coisas , aqui estou , e vou esforçar me para também um dia poder ser eu a cuidar dela  .. e de facto , ela merecia alguém com um carácter milhentas vezes melhor que o teu . feliz dia do pai .

12 de março de 2012

É NO TEU ABRAÇO QUE ESTÁ A MINHA PAZ .

8 de março de 2012











porque qualquer pessoa se sente melhor depois de um abraço.

13 de novembro de 2011

como eu gosto de adormecer com os teus braços qentes a rodear me e de , no dia seguinte , o meu quarto ainda permanecer com o teu perfume . terás noção disso?

25 de outubro de 2011


tinha imensa saudade de ti , de nós os dois juntos . depois de ter dado errado, só quero que agora façamos tudo bem para dar certo .

20 de setembro de 2011

our day

« dia 20 ! Para muitos um dia normal, um dia sem acontecimentos interessantes. Mas para nós os dois, é um dia que vamos ter sempre na memória, porque é o nosso dia, um  dia muito especial, no qual começamos a ser um só. Se me dissessem que este ano eu iria namorar e que iam acontecer as coisas boas que ja aconteceram entre nos, eu nao iria acreditar, porque era como um sonho para mim. Mas aconteceu e tu apareceste e eu só tenho de agradecer imenso por isso porque sinceramente, eu contigo sou infinitas vezes mais feliz, sinto que tenho alguem com quem posso sempre contar, no fundo eu sou uma pessoa realizada e diferente graças a ti Rita. Tudo o que eu desejo neste momento e no futuro é que fiquemos sempre juntos, só te quero a ti, só te desejo a ti e só te AMO a ti. Eu ao teu lado tenho tudo. Amo-te Rita <3 » \ m

apesar de tudo e de hoje me fazeres ter o coração apertado , e mesmo sabendo que provavelmente nem vais gastar o teu tempo a ler isto , só tenho é de agradecer te por tudo , toda a felicidade , todos os sorrisos , por todos os mimos ,  todos os momentos , todas as palavras , por todas as confidências , todas as vezes que fizeste planos futuros para nós os dois , por todos os abraços esmagadores e quentes , pelos beijinhos fofinhos no nariz , por todas as brincadeiras e as tuas anedotas , por todos os 'amo-te' repetidos vezes sem conta a meio da noite e que me deixavam sempre a sorrir para ti em silêncio . tu perguntavas por quê , eu respondia "por nada" , era só porque me deixavas imensamente feliz e me fazias sentir protegida ali , naquele momento . tu já sabes de tudo o que trago cá dentro , ou talvez nem imagines . para mim vai ser sempre o nosso dia . vou tentar nao me lamentar mais , nem ir abaixo como tem acontecido e sempre acontece , não sonhas o quão difícil isto está a ser para mim . acima de tudo , como tu tambem um dia me disseste , foste das melhores senão a melhor coisa que me aconteceu este ano . e assim como tu dizias precisar há muito tempo de alguem que te amasse e que te desse valor como eu , tambem eu precisava . amo-te e desculpa pelas coisas erradas que fiz , acho que há coisas que ambos temos de desculpar um ao outro .

3 de setembro de 2011

o meu nada

dizem que nada dura para sempre , e eu só quero que sejas o meu nada .

26 de agosto de 2011

as minhas 24horas


a pensar em ti , a ter saudades tuas , a falar contigo ou a desejar que voltes rápido e bem , é assim que passo todas as minhas 24horas .

20 de agosto de 2011

um 2 e um amo-te e não é preciso dizer mais nada.

18 de agosto de 2011


é em dias como este que eu mais desejo que não me tivesses deixado há quase 19 anos atrás e tudo fosse diferente .